Pular para o conteúdo principal

Sou tímido ao ponto de sempre imaginar o que falar para as pessoas, mas nunca falar.


Sou tímido ao ponto de sempre imaginar o que falar para as pessoas, mas nunca falar. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vejo a lua na janela

Vejo a lua na janela
Olho o espaço, e nada
Pois o escuro não sabe
Se ela procura apenas
uma morada
Noite...
Oh! que noite bela!
O luar esta clareando...
À janela estou debruçada
Pensando somente nele...
Nele que o sol encobre
Nele que agente descobre
Um luar, uma fonte
Uma lua surgindo no horizonte.