Pular para o conteúdo principal

Falar sem aspas, amar sem interrogação, sonhar sem reticências, viver sem ponto final.


Falar sem aspas, amar sem interrogação, sonhar sem reticências, viver sem ponto final.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vejo a lua na janela

Vejo a lua na janela
Olho o espaço, e nada
Pois o escuro não sabe
Se ela procura apenas
uma morada
Noite...
Oh! que noite bela!
O luar esta clareando...
À janela estou debruçada
Pensando somente nele...
Nele que o sol encobre
Nele que agente descobre
Um luar, uma fonte
Uma lua surgindo no horizonte.